terça-feira, 29 de março de 2011

Macarrão oriental


 
Oi, Oi 

Tudo bem com vocês? Espero que sim, pois há pouco acabei de comer um macarrão oriental delicioso e comigo tá tudo ótimo agora.

Digo agora, pois antes eu tava com uma fome da gota.

Como eu tinha na geladeira os talos da folha da acelga que sobrou dos Gyozas e todos os temperinhos necessários, resolve passar no supermercado perto aqui de casa para comprar o que faltava para fazer um macarrão oriental.

Nossa como ficou bom!!!!!
 
Macarrão oriental
Rende quatro porções


300g de carne de boi (bife de coxão mole)
250g de macarrão instantâneo ( vende na embalagem de 500g, cozimento 5 min)
1 abobrinha pequena
1 cenoura grande
só a parte laranja da cenoura, o centro você come ou coloca na próxima sopa
1 pimentão verde que ficou vermelho na prateleira hihihi
1 alho-poró pequeninho
½ maço de cebolinha
(sobra)
6 à 8 talos de acelga (sobra)

Para o molho:

150ml de água
2 col. sopa de caldo de carne líquido
3 à 4 col. sopa de shoyu

6 col. de sopa de mirin (sake adocicado próprio para cozinhar)
2 col. sopa de molho tipo tonkatsu
2 col. sopa de óleo de gergelim tostado
1 col. chá rasa de amido de milho
diluído em 1 col. sopa de água

Tudo preparadinho e mãos a obra!

Com duas panelas foi tudo mais rápido. Comecei tostando, com pouco óleo, os legumes e verduras respectivamente. Primeiro o talo da acelga, a abobrinha, a cenoura, o pimentão, o alho-poró e a cebolinha (esses dois juntos). Depois a carne e o macarrão. Por último cozinhei o molho. Antes de colocar um novo ingrediente na panela, coloque um fio de óleo antes.

Para obter tiras bem fininhas da ceroura, eu passei a ponta da faquinha fazendo riscos na profundidade certa até o centro da mesma (não coloque o centro da cenoura na preparação, use na próxima sopa). Depois vim com um descascador de verduras e fiz o mesmo movimento como se estivesse descascando a cenoura e lá estavam minhas tirinhas. O restante dos legumes foi com uma faca mesmo.

Uma das panelas que usei foi uma WOK e a outra, uma frigideira antiaderente, mas você pode usar duas frigideiras, sendo que uma delas tem que ser maior para caber tudo depois.

Tostar os ingredientes dá um sabor incrível ao prato. O importante é usar fogo alto e ficar sempre atento para não queimar nada.

Você vai tostando cada ingrediente (não precisa usar sal em nada, tudo será temperado somente com o molho) e vai depositado em uma tigela. Menos o macarrão, ele você deixa dentro de uma das panelas com o fogo desligado. Mas só até o molho ficar pronto!

O ideal seria cozinhar o macarrão no dia anterior para ele passar a noite na geladeira. Assim o seu amido se solidifica e na hora de tosta-lo fica melhor, pois ele não voltará a cozinhar rapidamente. Mas como tinha que ser para já, eu o cozinhei, escorri, coloquei um minuto debaixo d´água e deixei de molho em água gelada por cinco minutos. Depois escorri mais uma vez, chaqualhei bem para retirar toda a água, coloquei sobre um prato e deixe na geladeira enquanto tostava os outros ingredientes. Deu certo!!! Também não cozinhei durante os 5 minutos que o fabricante recomenda, 4 min e 40 seg foi o tempo que indicava o meu relógio de cozinha quando eu o interrompi. Hihihihi

Com a carne tem que ser jogo rápido. Panela bem quente, óleo, carne (pouca por vez), uma tostadinha e pronto. Essa rapidez evita que a carne solte seu suco, o que é muito importante nessa preparação. Você pode usar a carne da sua preferência! 
 
Com o molho você procede assim: coloque a água e o caldo de carne para ferver, depois todos os outros ingredientes, menos o amido. Deixe ferver um pouco e acrescente o amido diluído na hora, deixe ferver mais um pouco (se ficar grosso demais ponha um pouquinho de água).

O meu macarrão ficou enxutinho, mas se você quiser bastante molho é só duplicar as quantidades dos ingredientes para o mesmo.

Agora acrescente ao molho, os legumes com a carne, misture tudo e deixe esquentar (não precisa esquentar durante muito tempo). Ponha agora o macarrão, desligue o fogo e misture tudo até que fique bem mesclado. 

Mesmo sem o macarrão eu já tava aguando!

Pronto! agora é só servir (ou atacar em meu caso de faminta). Eu coloquei na mesa molho shoyu para alguma eventual correção do sal.

Abraços



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoro receber comentários! Sinta-se à vontade :) a cozinha é nossa!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...