domingo, 7 de agosto de 2011

Creme de maracujá do mato



Olá!

Nesse Domingo tenho o prazer de lhes apresentar o maracujá que me foi apresentado como, maracujá do mato.

Uma das coisas que notei ao colocar alguns gominhos do mesmo na boca, é que o bicho é azedo pra chuchu! Mais azedo que o maracujá que costumamos comprar nos mercados. Ele também tem uma textura mais durinha. Os seus gomos não são tão “gelatinosos” quanto os do maracujá convencional (se é que posso chamar assim!).

Ao toque, a casca é bem dura, cheguei a pensar que teria que usar uma faca maior para abri-lo. Mero engano é preciso um pouquinho de força, mas ele abriu fácil. O negócio foi a parte verde, quando a faca ultrapassou essa camada, o resto foi fácil.

 
Também percebi que os gomos são ligados à cúpula do maracujá através de um cordãozinho, que ao toque parece um pavio fino de vela (mas não achei bom ao comê-lo) e ao puxar esse cordãozinho vem junto uma pelezinha. Aí, o gominho do maracujá do mato fica com um formato de uma gota e não fica mais tão durinho. 


Quando fui extrair o sumo, percebi que esse maracujá não é tão suculento. Adicionei um pouquinho de água e pulsei três vezes no mixer. Por não conhecer a fruta achei melhor fazer assim para não correr o risco que o sumo ficasse amargo. Ao coar o sumo, vi que no fundo do recipiente tinha uma laminha. Daí percebi que a fruta tem amido (eu acho que era amido).

 
O creme ficou uma delícia. Com sabor de frescor puro e o creme de chocolate no fundo deu um toque tão especial :) Os morangos também vieram na cesta. Estavam docinhos e bem vermelhos. Resolvi adicioná-los ao conjunto, pois eram poucos e queria dá um efeito de cores em minha sobremesa. Mas eu consegui mais, o morango trouxe um dulçor que contrastou perfeitamente com o azedinho do maracujá do mato. Mesmo assim, considero um ingrediente opcional.

Nesse contexto acho melhor irmos para ao que interessa, a receita.

 
Creme de maracujá do mato
Para 6 porções generosas e 8 moderadas

Sumo de maracujá do mato
Rendeu aprox. 250 ml 

490g de polpa de maracujá do mato
50ml de água filtrada
ou mineral

Coloque os dois ingredientes no liquidificador e pulse três vezes. Passe a “massa” em uma peneira e retire o máximo de sumo. Reserve.

Creme de chocolate meio amargo

85g de chocolate meio amargo
85g de creme de leite uht

Coloque os dois ingredientes em um bowl resistente a microondas e ao calor. Derreta em banho-maria ou microondas. Misture e deixe amornar. Porcione um pouco de creme no fundo de cada taça ou copo que servirá a sobremesa. Coloque-os na geladeira por 20 minutos.

Creme de maracujá do mato
Aprox. 250ml de sumo de maracujá do mato
1 lata de leite condensado
400g de creme de leite uht
6g de gelatina

Faça essa mistura em um copo medidor de 1L (ou mais) para facilitar na hora de porcionar. 

Coloque no copo medidor o sumo do maracujá do mato, o leite condensado e bata. Dissolva a gelatina e reserve. Adicione à mistura do sumo o creme de leite e bata. Por fim, misture a gelatina e bata bastante para adicionar ar à preparação. Porcione um pouco do creme de maracujá sobre a camada de creme de chocolate e volte a colocar na geladeira por um tempo suficiente para que o mesmo fique firme. Reserve o restante de creme de maracujá na geladeira. Antes de colocar a segunda camada de creme de maracujá, bata novamente para adicionar mais ar ao mesmo.

Morangos marinados (opcional)

100g de morangos limpos e bem cortadinhos
15g de geléia de morango, usei para dar um pouco de liga aos morangos 

Misture a geléia aos morangos cortadinhos e deixe marinando. Reserve. Quando a primeira camada de creme de maracujá do mato estiver firme, espalhe um pouco do morango marinado (principalmente nas beiradas da taça ou copo). Coloque aos poucos, pois não rende muito morango marinado nessa mistura. Retorne as taças à geladeira por 20 minutos.

Finalização

Retire as taças da geladeira e jogue a segunda e última camada de creme de maracujá do mato. Deixe gelar por oito horas no mínimo. Decore com frutas de sua preferência e raspas de chocolate.

Sirva bem gelado!

Um abraço


18 comentários:

  1. Oi! Respondendo a tua pergunta.. acredito que depende muito a região. Por exemplo.. eu moro no Rio Grande do Sul, e tá frio aqui agora (a máxima normalmente fica nos 20ºC em dias razoavelmente quente). Não tenho ar condicionado em casa, sempre trabalhei com chocolate e nunca foi um grande problema. Só é ruim no alto do verão mesmo, que desanda tudo, até o pão de mel tenho que colocar na geladeira pra secar. Então eu evito usar chocolate no verão mesmo.
    E para armazenar coloco num pote bem fechadinho, nem coloco na geladeira. Mas no verão tem que ser na geladeira mesmo...
    O importante é ver a textura dos arabescos mesmo. Se desmontar, geladeira neles. Até pode se pensar em colocar eles um pouco no freezer, algumas horas antes de você usá-los...pra que eles não comecem a 'desmontar' e derreter quando tu for pegar eles.
    Espero que eu tenha ajudado. ;)
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Puxa vida! Obrigada mesmo :) Claro que ajudou!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  3. Nossa, não conhecia esse "maracujá do mato" e fiquei curiosa! A sua receita parece deliciosa! beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu também não! Achei melhor, por não conhece-lo, fazer uma sobremesa simples, mas saborosa.
    Ficou realmente muito bom :) Palavras de minha cunhada :)
    Um abraço

    ResponderExcluir
  5. Que sobremesa linda, não conhecia maracujá do mato.
    bjus, uma ótima semana*--*

    ResponderExcluir
  6. Nunca ouvi falar nesse maracujá!! Olhando para ele não me parece apetitoso, mas a sua receita muda tudo né??

    Muuuito obrigada pela contribuição lá no blog! Agora não resta mais dúvidas sobre o Takê (que é um dos participantes do Restaurante Week né!)

    bj

    www.mastigandoemsalvador.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Silvinha! obrigada :) Fico feliz de tê-lo nos apresentado. Ótima semana para você também! Beijo

    Oi Catarine! Realmente ele não parece ser apetitoso não hihihi
    De nada, só fiz confirmar o que a resenha já dizia. A propósito, vocês tem cada promoção legal... já tô participando da atual. Essa Restaurante Week vai dar o que comer hehe
    Um abraço

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Também não conheço esse maracujá do mato.Mas, a sobremesa me pareceu deliciosa.Vou tentar com maracujá comum mesmo.
    Bj e boa semana,
    Lylia

    ResponderExcluir
  9. Agora posso dizer que conheço um maracujá do mato, mesmo que virtualmente!
    =)

    ResponderExcluir
  10. Oi Lylia! Sinta-se à vontade para experimentar. Se ficar bom me fala que eu linko a receita aqui em minha coluna visual, tá?
    Um Abraço

    Oi duda! Podemos mesmo, pois nem eu o conhecia :) Um abraço

    ResponderExcluir
  11. uii até me arrepiei quando li que era azedo, porque na foto ele assim, bem verdinho já parece mais azedo que o outro! Mas a sobremesa parece que ficou deliciosa!

    ResponderExcluir
  12. Oi Pati! hahaha, ele é azedão! Imagine você que o sabor além de azedo é bastante penetrante. Ficou em minha língua durante uma hora. Uma fruta com caráter esse maracujá.
    Abraço

    ResponderExcluir
  13. Queila!! Que delícia de blog, andei dando uma passeada nele, me deliciando com o capricho, o cuidado das fotos e as sutilezas das receitas. Esse maracujá do mato, o qual não conhecia, só de olhar as fotos adstringiu minha boca. É divertida essa sensação. Gostei de ter te "descoberto", agora já sei o caminho...rsrs
    Olha, passa para me conhecer quando tiver um tempinho...hj tem bolo de festa, vou guardar um pedacinho pra vc!
    http://massalanovamente.blogspot.com/

    Beijos, parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  14. Olá Sandra! Nossa que bom que você gostou do blog :)
    Eu poderia até dizer que esse maracujá é do signo de gêmeos hahaha, ele realmente tem duas caras, azedo e delicioso (na receita).
    Claro que vou te conhecer, mas não faz essa maldade não :s eu adoro bolo :)
    Um abraço

    ResponderExcluir
  15. Conhecido maracujá-do-mato ou macarujá-da-caatinga, o nome científico é Passiflora cincinnata. Espécie bastante resistente do semi-árido do Brasil. Existe diversas espécies de maracujá.

    ResponderExcluir
  16. Ficou bom mesmo usando ele verde?rsrs Se deixar amadurecer, dá até pra comer puro,é bem doce. Maduro ele fica laranja, bem escuro, aí já é hora de abrir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menino, na época que ganhei de minha amiga (que tem em seu quintal), ela disse que poderia usar assim também :S
      Obrigada pela informação

      Excluir

Adoro receber comentários! Sinta-se à vontade :) a cozinha é nossa!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...