Panquecas da bruxa doce


Este fim de semana eu cozinhei muitoooo :D Fiz isso no intuito de fazer comidinhas bem saudáveis e nutritivas para revigorar meu corpo e meu espírito de cozinheira :o

Pensei em começar pelo café da manhã, continuar pelo almoço e terminar no jantar e foi isso que fiz ;)
Já fazia um tempo que queria fazer panquecas e logo pensei em uma receita que vi no "caldeirão da bruxa doce" hehe. Quando vi aquelas fotos, fiquei com água na boca e com muita vontade de fazer. Embora minha primeira tentativa desse errado, eu não desisti. Na segunda (essa) ficou bem melhor :)

 

Escrevi um e-mail para a Sandra perguntando o que eu poderia ter feito de errado. Informei minhas alterações e ela explicou que a farinha de trigo integral é mais pesada (como não lembrei disso?), aí acendeu uma luzinha. Logo lembrei de uma técnica para dar leveza a massas de panquecas e fiz mais uma alteração. Ai meu deus que isso já não é a mesma receita... pensei eu!

Mas tudo bem... ficou ótima também :D


Panquecas da bruxa doce
Rederam 10 discos de mais ou menos 10 cm de diâmetro

2 gemas
25g de açúcar demerara, 2 col. de sopa
220ml de leite integral
110g de farinha de trigo branca
40g de farinha de trigo integral
2 col. chá de fermento para bolo, 8g
2 claras
2 pitadas de sal
4 gotas de essência de baunilha
2 col. de sopa de manteiga sem sal derretida, 30ml

Em um bowl de vidro, coloquei as gemas e as desmanchei (bati até ficar uniforme). Juntei o açúcar e mexe. Agora coloquei a metade do leite e mexe até dissolver um pouco o açúcar. Depois coloquei a outra metade do leite e voltei a misturar. Usei sempre um batedor de arame ou Fouet!

Misturei as farinhas junto com o fermento e adicionei a massa das gemas com o leite. Misturei até dissolver toda a farinha.

Bati as claras em neve (com uma pitadinha extra de sal) e adicionei em dois lotes na massa. Por fim, juntei a essência de baunilha, misturei e depois e a manteiga derretida. Depois daí, não mexi mais. Outra dica da Sandra foi de não mexer muito a massa!

Assim ficou a consistência na minha primeira tentativa!
E assim ficou a consistência na segunda!
 
 


Pré aqueci duas frigideiras antiaderentes e fui colocando um fioziiiiinho de óleo para preparar as panquecas. Com ajuda de uma concha pequena, fui porcionando a massa na frigideira e me concentrei somente no centro dela ;) (dica 3 da Sandra!) Quando começou a aparecerem craterinhas na superfície da panqueca, eu virei o lado. 

Um dica: vale a pena dá uma inclinadinha na panela quando você for mudar o lado da panqueca, como esse lado ainda estará “cru” e mole, isso pode espalhar a massa na frigideira descaracterizando o formato redondinho da mesma. 

Outra dica muito importante é ligar o forno até aquecer e depois desligar. Enquanto você vai fazendo as panquecas, você pode repousá-las no forno para que se mantenham quentinhas até a hora de comer!

Eu usei manteiga sem sal, creme de goiaba e creme de avelã com cacau para acompanhar. Você pode usar o que preferir. Será que com geléia de umbú fica bom??? 

Bom, esse foi o começo de minha “dieta” de revigoração relâmpago. Espero que tenham gostado das panquecas.

Um abraço :)

 
Infelizmente tive que comer mais :s
Segunda opção!