sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Nhoque de mandioquinha com ricota


Ontem à noite, fomos eu, Cadu e meu marido visitar a Casa Cor Bahia 2011. Passeamos por toda a exposição e logo no começo tinha a brinquedoteca.

Cadu vibrou e quase não queria sair de lá! Tinha muita coisa interessante, que chamou a atenção dele. Achei isso um ponto bem positivo na Casa Cor desse ano. Também tenho de dizer que ele se comportou muito bem. Além de chamar a atenção de várias apresentadoras de ambientes, ele ficou bem interessado. Olhou tudo, os ambientes que ele mais gostou foram os banheiros. Toda vez que ele via uma banheira, ele dizia que queria tomar banho e todos que estavam lá riram.

Mais uma vez, esse ano a Casa Cor não trouxe muitas opções de cozinhas interessantes. Ano passado teve uma que fiquei apaixonada :o Já as salas de jantar, aff, que deslumbre :o

Eu via aquelas mesas posta, tudo com tanto glamour e requinte e só pensava: “... imagina se tivesse meu nhoque servido nesse prato, nessa mesa, com tal e tal pessoa...” Ai, ai! 

Mais do que uma pesquisa de estilos e conceitos de design e decoração de interiores, visitar a Casa Cor é ter um momento de, digamos sonho. Sinto-me com se estivesse em um filme. Em minha casa eu não gostaria de ter nenhum daqueles ambientes, para mim casa tem de ter cara de casa. Já alguns móóóveis... :)))

Esse nhoque foi feito para a minha dieta revigorante depois do resfriado, mas só deu para mostrar hoje. Nesse meio tempo, eu já estou ótima :) 


Nhoque de mandioquinha com ricota
Rende quatro porções como prato principal e seis como entrada

400g de mandioquinha cozida e amassada, usei um pacote de 500g, cozinhei e obtivi esse total
280g de ricota
4 gemas
De 80g a 100g de queijo tipo Gruyère
ralado na hora
1 pitada de sal
80g de farinha de trigo,
se você precisar pode usar mais!!

Cozinhei 500g de mandioquinha em uma panela meio funda,  um acessório de cozimento a vapor e água suficiente para que a mandioquinha fique somente com os “pészinhos” dentro d’água ;). Quando estavam macias (espetar uma faquinha na mandioquinha, se a mesma entrar e sair facilmente, este é o ponto certo de cozimento), retirei-as da panela, coloquei-as em um prato e pelei-as. Ainda quente, amassei-as com um garfo (você pode usar um espremedor de batatas se preferirem). Reservei até que ficasse morninho, quase frio!

 

Com a ricota fiz assim. Coloquei-a dentro de um pano limpo e deixei que o pano sugasse o excesso de líquido da mesma. Depois de uns 30 minutos, troquei o lado do pano para o lado seco e deixei mais uns quinze minutos. Você verá que o pano sugará direitinho o excesso de líquido da ricota ;)

 

Ricota seca. Misturei à mandioquinha já amassada e morna. Com um garfo fui amassando tudo até ficar homogêneo. Coloquei as gemas e continuei amassando com o garfo. Adicionei o queijo e depois o sal e continuei amassando. Por fim, acrescentei a farinha de 20g em 20g e achei que 80g foram suficientes. 

Mandioquinha e ricota misturadas!

Engraçado, antes de adicionar a farinha, achei que não seria necessário, pois a massa já estava tão sequinha então achei que não precisaria. Como a água de cozimento já estava no ponto fiz um teste, aí percebi que o nhoque se desfez um pouco, então coloquei a farinha para dar “liga”. Aí, fiz outro teste e o nhoque ficou inteiro e super, super macio :))

Ao dar forma aos nhoques, não foi necessário o uso de farinha na superfície da tábua de madeira. A massa estava realmente ótima e sequinha.

 
 

Depois de prontos, cozinhei em água fervente (não borbulhante!), servi em pratos quentes e um molho de tomate super básico. Reguei com um fiozinho de azeite de oliva, espalhei mais queijo ralado por cima e decorei com um encontro de manjericão. 

Esse nhoque ficou ultra macio, chega derretia na boca :P O molho tinha a acidez certa e harmonizou muito bem com o sabor da mandioquinha e da ricota :P

Eu recomendo a reprodução dessa receita, ficou muito boa mesmo :) O segredo é obter a mandioquinha cozida no ponto certo e retirar o excesso de líquido da ricota ;) Aí você já terá praticamente o sucesso da receita garantido ;)

Um abraço grande e bom final de semana para vocês :)))

 

16 comentários:

  1. Queila,
    VC faz os melhores Nhoques que ja vi, que delicia e quanta criatividade!! Eu me arisquei e fiz o nhoque de abobora e deu tudo errado, claro que a minha falta de experiencia foi fator principal pro nhoque ficar duro, exagerei na farinha ou nao soube escolher a abobora certa. Mas esta valendo pq comi mesmo assim, o molho de gorgonzola eu comi ateh com pao...Que espetaculo!!!! Nossa como eu queria mesmo ser sua vizinha rsssss - Aqui dificilmente acho mandioquinha, mas vou manter a receita a mao pra fazer assim que possivel, uma hora acerto o ponto :D
    Tambem estou muito gripada, com inflamacao ouvido/garganta, peguei da Amanda que ficou ruim tadinha, agora sou eu! Nao tenho deixado recados mas sempre estou por aqui
    Beijos
    Paty

    ResponderExcluir
  2. Te han quedado deliciosos. Yo cuando estuve en Salvador me traje harina de mandioca, así que los haré seguro. una idea estupenda ese punto brasileño a los gnocci. Un beso.

    ResponderExcluir
  3. Me encanta a apresentação de seus posts. Tudo muito bem apresentado. O nhoque deve ser uma delícia, adoro mandioquinha.

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Queiloca, que nhoque maravilhoso, como tudo daqui.
    Vc falou da Casacor, e apesar de arquiteta faz anos não vou a uma aqui em Sampa. Acho tudo muito estereotipado, modismos, não curto. Coisa minha...implicâncias...kkkk

    Beijos e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  5. Queila, que tentação! Eu adoro nhoque, de mandioquinha então...hummm. Pra mim é o melhor!

    Suas fotos estão lindas!

    Bjos, Dani :)

    ResponderExcluir
  6. Oi Paty! Nossa que chato ficar gripada né. Eu odeio ficar doente :(
    Fico feliz que tenha gostado dos meus nhoques :)
    Não desiste mesmo não viu, os nhoques de abóbora são ótimos. Só tem que achar uma abóbora de massa seca ;)
    Um abraço flor e melhoras viu :)

    Hola Anna:)
    Gracias por los elogios. Los ñoquis era realmente bueno y suave.
    Un beso querida :)

    Ai Lourdes, obrigada :))
    Os nhoques ficaram uma beleza mesmo :P Eu também adoro mandioquinha ;)
    Um abraço

    Oi Sandrinha! Esses nhoques ficaram de lamber os dedos :)
    Apesar de gostar de visitar, a Casacor para mim, tem muito disso que você falou mesmo :s
    Um beijão

    Oi Dani! Nhoques são o máximo mesmo e quando bem feitos então, ai, ai :))
    Os de mandioquinha são uma ótima pedida, mas estou a explorar outros territórios também ;)
    Um beijo querida

    ResponderExcluir
  7. Queila! Que delícia deve ser isso! Adoro mandioquinha, pena não ter aqui, mas breve estarei no Brasil pra matar as saudades :)

    ResponderExcluir
  8. Queila! muito lindo! (redundante, neste site!)os nhoques tem algo ocntra mim (e vice-versa) mas tentarei pois me pareceu tao exato, tao factivel! como sempre arrasando, hem?

    ResponderExcluir
  9. Oi Renata! Que pena mesmo!
    Eita como é bom volta a terrinha amada né :)))
    Um beijo

    Obrigada Ivaneide :) hahaha, adorei, nhoque do contra é ótimo :)
    Não desiste não menina, dessa receita dou até o segredo ;)
    Um beijo

    ResponderExcluir
  10. Uau Queila, só posso dizer isso: UAU! Eu preciso reproduzir essa receita mesmo.

    Sobre os sonhos da Casa Cor, somos duas. Eu fui na edição desse ano de BSB e ficava pensando...nossa eu preciso desse fogão, dessa pia, dessa geladeira, dessa mesa...enfim, sonhei um monte!

    Parabéns pela receita!

    Beijos e bom domingo!

    ResponderExcluir
  11. Olá Stefânia! Fiquei muito feliz que você gostou da receita!
    As suas também são maravilhosas :o Eu adoro seu blog e sempre estou te visitando desde o mal entendido do Face ;)
    Pois é menina, a Casa Cor e os seus encantos :)))
    Um beijo

    ResponderExcluir
  12. www.romeujulieta.com7 de novembro de 2011 00:23

    Parabens pela receita! Amo mandioquinha, comia ate no cachorro quente :-)

    Aqui na Australia acho bastante ingredientes que costumava usar no Brasil mas mandioquinha infelimente nao tem!

    Priscila

    ResponderExcluir
  13. Oi Queila,
    Eu também gosto de passear na Casa Cor, mas não gostaria de morar em nenhum daqueles ambientes.Concordo com você, casa tem que ter cara de casa mesmo.
    QUe bom que vc já melhorou! Agora vamos nos ver mais por aqui.
    E esses nhoques...que loucura de bom!
    Bj,
    Lylia

    ResponderExcluir
  14. Amiga, ficou muito lindo, e certamente delicioso! Adoro nhoque, mas como o noivo não é fã, eu nuca faço =(


    beijinhos e uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  15. Queila, dei sorte. Catando receitas específicas (cara metade aderiu ao vegetarianismo subitamente, acredita?), caí em seu blog e alem da incrimina da biblioteca, ainda encontro esta receita ótima, tks! Abraços

    ResponderExcluir
  16. Olá Priscila! Mandioquinha é tudo de bom mesmo. Na primeira vez que experimentei fiquei tão encantada que não deixei mais de usá-la em meu cardápio :)
    É tão bom quando encontramos ingredientes famíliares quando estamos em terras estrangeiras né?!!
    Um abraço

    Oi Lylia! Pois é menina, a Casa Cor é muito lindo e bom de se ver, mas para morar... você já disse :)
    Já estou 100% e cheia de idéia gostosas para este blog guloso hehe
    Um abraço

    Oi Pati! Ficou ótimo o nhoque :) Temos algo em comum, eu adoro molho de tomate, mas meu marido, não preferi (responde ele). Diz ele que é um molho sem graça... um louco hehe
    Um abraço

    Olá querido Wair! Claro que acredito, porque você acha que por aqui anda rolando pratos assim :) Fico contente em poder contribuir para sua cara metade vegetariana e no encantamento de quem come os pratos feitos por você :)
    Um abraço

    ResponderExcluir

Adoro receber comentários! Sinta-se à vontade :) a cozinha é nossa!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...