segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Feliz Ano Novo!

Imagem retirada daqui!
 Pensei que ia dar tempo para fazer uma retrospectiva do ano de 2012 do blog ou pelo menos um post de despedida, mas não deu. Muitos afazeres e ainda o aniversário de Cadu se aproximando, fiquei sem tempo e ainda com uma lista grande de coisas para fazer :)

Mesmo assim não queria deixar de passar aqui, mesmo sabendo que hoje é 31, para desejar um Feliz Ano Novo a todos vocês meus amigos, leitores, adimirados e visititantes.

Desejo muito sucesso, paz, alegrias, amor e mais um tantão de tudo o que esse mundo tem de bom para oferecer. Que em 2013 possamos todos continuar nos encontrando aqui no Gourmet e Gourmand e curtir as delícias e as experiências do dia a dia nessa minha cozinha.

Quero agradecer imensamente todas as visitas, os comentários deliciosos, o carinho, o respeito, o companheirismo de todos vocês e sem esquecer quero agradecer ainda aos desejos de feliz festas que recebi tanto nos comentários quanto no Facebook.

Então, um Feliz Ano Novo para todos nós :)

Um forte abraço e até ano que vem :)

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Feliz Natal :)


Passando rapidinho para desejar um feliz natal a todos vocês minhas queridas e meus queridos :)

Um forte abraço e muita felicidade :)

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Amigo Secreto Encontro Gourmet Foodblogers 2012




Como vocês já devem saber, eu participei do encontro gourmet foodblogers 2012 no mês de setembro em São Paulo.

Esse foi o encontro que todos os participantes (do Brasil) do grupo do Facebook, chamado Foodblogs Brasil, puderam se conhecer pessoalmente, conversar, interagir, sorrir, se divertir, guarda boas lembranças e mais muita coisa boa :)

Bom! Esse ano, além do encontro, participei também do amigo secreto que é o primeiro lá do grupo, nos outros anos acontecia pelo Cinebistrot, mas sempre organizado pela querida Daniella. Uma brincadeira muito legal e deliciosa de participar. Vocês não fazem idéia de como o pessoal “meio que surta” na espera pelo sorteio para saber quem tirou e na espera pelo carteiro, hehe e quando ele chega é só felicidade :)

No meu caso o carteiro chegou antes para a minha amiga secreta que foi a querida Josy do blog Cozinhando com Josy, que vocês precisam conhecer. É cada coisa deliciosa que ela posta lá pra gente, que fico delirando lá no meu mural no Facebook.

A Josy recebeu esses mimos da foto abaixo. Ela me deu muitas dicas e não foi difícil decidir o que enviar. Além dos presentes, enviei também um potinho do doce de jambo que fiz aqui e ela adorou e disse que acabou em dois ou três dias após ter chegado :)

Olha o post dela aqui!

E sem falha o carteiro chegou para mim também, hehe! Com os meus presentes lindos de viver enviados pela Adriana. Uma querida que também tive o prazer de conhecer e abraçar lá no encontro assim como a Josy.

Meus presentes :)

A Adriana tem um blog encantador e eu indico muito vocês visitarem o cantinho dela que se chama Casa, Coisas e Sabores. Pensem vocês que ela fez uma geléia de vinho rosé especialmente para me presentear. Mais carinhoso que isso não tem :) Não foi só isso que recebi não. Dá uma olhada na foto aí em cima ;)

Eu só tenho a agradecer a Josy e a Adriana por serem companheiras tão queridas e que ajudam nosso grupo a ficar unido e forte :)

Só mais uma coisinha. É muito bom saber que você acertou no presente que enviou, saber que a pessoa gostou e ficou feliz :) hhhaaaaaaaaa, nisso o pessoal “meio que surtou” também :) Ficávamos todos na espera para saber se o amigo gostou dos presentes!

Bom! Deixo aqui mais fotos dos meus presentes lindos e desejo uma ótima semana a vocês :) Desculpem a mesa todo riscada em algumas fotos...coisas de meu Cadu :)

Um forte abraço :)

A caixa chegou!

A minha primeira olhada no que tinha dentro :D

Olhem que amor aos detalhes!

hhhuuuuummmmmm!



Esse xarope (correção: extrato) é maravilhoso! Já inaugurei :)

Olhem a receita dessa coisa chique aqui!

hhhhhuuuuummmmmm 2!

Que fofo esse paliteiro gente!


Visitem o site do Doce Melange e curtam a página no facebook!

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Milkshake de café e Tonka



“Eu (Queila): Boa noite! A senhora tem uma fava que chamam de baunilha da Amazônia? O nome é cumaru?
A atendente1: Cumaru, cumaru...???
Eu: Sim, ela tem um formato assim (gesticulei!) e é bem negra por fora e amarronzada por dentro. Tem um cheiro muito agradável e sabor delicioso... enquanto isso a segunda atendente puxou um frasquinho com as favas de: Tonka.
A atendente 2: É essa aqui?
Eu: Siiiiiimmmmm! :D”

Esse foi o pequeno diálogo que tive com as meninas de um kiosk de especiarias de um shopping aqui de Salvador. Olhem que eu vim pensando que elas não saberiam do que se tratava se eu dissesse favas de Tonka, hehe, mero engano!

Adoro Cumaru (ou Tonka como é chamada lá fora no estrangeiro) e sua versatilidade.  De fato não conhecia antes de experimentar um sorvete feito por mim com ela, essa fava tão poderosa.

A receita do sorvete pedia Tonka e lá vai eu procurar a fava em minha drograria preferida. Na época, morava fora do Brasil e tinha muito interesse por especiarias e o uso delas na cozinha. Quando a coisa era muito exótica, então recorria a uma drograria que ficava no centro da cidade em uma ruela bem escondida. E quando olho a origem do produto, dizia lá: Brésil, hehe! Pois é :)


Bom, o papo de hoje também é com café e como já tenho um tempinho sem postar nada aqui, então lá vai mais conversa :)

No dia 23.10.12 eu e meu marido participamos de uma noite de degustação de cafés com grãos premiados em um simpático e delicioso Café aqui de Salvador, o Lucca Cafés Especiais. Também estavam lá os Mastigadores Catarine Heiter e Gustavo Romero e a querida Elíbia Portela, que sou fã.

De inicio queria recusar o convite, pois não sou apreciadora de café, mas mencionei que meu caféfreak marido era dóido por café e então o convite foi estendido a nós dois.

A noite foi muito proveitosa para meu marido e muito interessante para mim, pois o café aguçou minha criatividade e me deu muitas idéias (que ainda colocarei em prática), apesar de não ter bebido nada. Os comentários, as informações sobre os grãos, as feições das pessoas e os cheiros foi o que me deixou tão cheia de idéias.

Ao fim de nossa participação recebemos um pacote com o café Blend Nero como presente. Claro que não foi esse da foto abaixo, pois em menos de 2 dias meu marido havia bebido tudo. Fui lá comprar mais para executar a receita de hoje.


Receita essa que foi total sucesso. Meu marido e até o Cadu aprovaram :) e esse foi só o começo de minha história com o café.


Milkshake de café e Tonka
Rende o suficiente para 4 shakes nessa taça aqui!

Calda de chocolate
Rende 250 g aprox.

200 g açúcar cristal
30 g cacau em pó 50% ou 100%
100 g água
1 col. café rasa de sal
2 col. sopa de creme de leite uht


Misture bem o açúcar, a água, o sal e o cacau. Cozinhe em fogo médio até que tenha um ponto de caramelo fino. Isso deve durar entre 6 ou 10 minutos. Faça o teste com pratos frios (coloquei-os na geladeira durante uns 10 min.). Pingue uma gota generosa no prato e depois incline-o, se a calda escorrer muito rápido, é porque ainda não está no ponto certo. Se demorar para escorrer então está no ponto.

1° teste!

Teste feito após dois minutos do primeiro! Ponto certo!

Quando a calda estiver morna, acrescente o creme de leite e mexa vagarosamente para não cristalizar. Se cristalizar, reaqueça a calda e acrescente 1 col. sopa de leite integral. Coloque em um recipiente apropriado para aplicar depois.


Leite de Tonka
Rende 200ml

200 ml leite integral
2 favas de tonka amassadas


Esquente o leite. Adicione as favas de Tonka amassadas. Misture. Apague o fogo, tampe a panela bem tampada e deixe em infunsão por 10 ou 15 minutos. 

Coe o leite. Repare que o leite ficará mais escurinho. Deixe amornar ou esfriar por completo antes de usar.


Milkshake de café e Tonka


2 cafés expresso de sua preferência
180 à 200ml de leite de Tonka
6 á 10 bolas de sorvete de baunilha (creme) ou outro de sua preferência
Calda de chocolate
190 g creme de leite fresco batido em ponto de chantili meio mole com ou sem açúcar


Bata o sorvete, o café e o leite de tonka até que fique homogêneo. Ai você vai decidir se vai ou não colocar mais sorvete. Vai depender de sua preferência pela consistência. Mais ralo, 6 bolas de sovete, rende menos shake. Mais consistente, 10 bolas de sorvete, rende 4 shakes. Reserve no freezer.


Decore o copo com a calda de chocolate, rapidamente despeje o Milkshake, também rapidamente ponha o chantili e termine decorando com mais calda se preferir. 

Agora é só degustar e se refrescar, pois com esse calor aqui de Salvador, essa bebida é muito bem vinda :)

Que saudade que eu tava de vocês :) <3 Espero que tenham gostado!

Um forte abraço e uma ótima semana :)





Visitem o site do Doce Melange e curtam a página no facebook!

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Volto já!


Peço desculpas pela minha ausência. Já são três semanas sem postar nada. Ando atarefada, mas não me esqueci de vocês. Aliás, penso todos os dias!

Só um pouco de paciência, pois já, já estarei de volta :)

Um forte abraço e uma ótima semana para todos :)


Visitem o site do Doce Melange e curtam a página no facebook!

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Babaganoush




Eu aprendi a fazer babaganoush com um egípcio. Um rapaz muito legal, gentil, prestativo e engraçado. Nós o chamávamos pelo seu nome curto, Taha (leia-se Tarra).

Para mim foi uma espécie de apredizado de alma. Ele passava-me a receita (fazendo ao mesmo tempo) com muita vontade de ensinar-me algo rico e cheio de tradição. Ele me contava os jeitos que a mãe dele gostava de fazer, os jeito que o irmão mais velho dele fazia, o jeito que a tia fazia e por fim, o dele. Naquele dia me senti em casa e lembrei dos pratos e delícias da Bahia.

Na hora de decorar o prato do babaganoush, ele passou-me toda uma beleza, toda uma intimidade com aquele prato, que fiquei muito emocionada. 

Nesse final de semana resolvi fazer babaganoush para levar como petisco para antes do almoço na casa de amigos. Fazendo o babaganoush lembrei-me com exatidão daquele dia que foi uma das minhas melhores aulas de gastronomia.

Compartilho com muito prazer essa receita com vocês hoje :)


Babaganoush
Rende o suficiente para 6 pessoas petiscarem à vontade

6 beringelas médias
de 6 a 7 col. sopa generosas de Tahine
, pasta de gergelim
2 dentes de alho amassados
Sal à gosto
Sumo de limão à gosto
Folhas de salsinha, tiras de pimentão vermelho e cenoura para decorar
Azeite de oliva de boa qualidade para regar

Coloque as beringelas lavadas e secas em cima de uma assadeira coberta com papel manteiga. Se alguma for muito maior que a outra, é só dar algumas espetadas com uma faquinha. Leve ao forno pré aquecido por 60 ou 80 minutos, até que elas fiquem estufadas, mas ao toque sedam com facilidade. O tempo de cozimento da berinjela vai depender muito de seu forno!



Assim que estiverem macias, o trabalho de retirada da polpa e amassamento da mesma deve ser rápido, para que não esfrie. Se esfriar, será mais difícil de amassar.

Espete cada berinjela com um garfo para segurá-la bem, corte no sentido longitudinal, vire e retire a polpa de cada lado. Descarte a casca. Faça isso com todas as berinjelas. Com a ajuda de um garfo, amasse toda a polpa retirada até obter um purê. Tem de ficar bem amassadinho. Nessa etapa, peça a ajuda de um braço masculino ou forte, como eu fiz :)






Feito o purê, adicione agora a Tahine. Primeiro duas colheres, depois mais um pouco até chegar ao ponte de seu gosto. Junte o sal e o alho amassado. Experimente e corrija o sal. 


É interessante dar uma boa misturada na Tahine, dentro do vidro mesmo, antes de usar, pois parte da pasta assenta no fundo do vidro e essa parte deve ser agregada ao restante da paste solta que fica em cima.


Por fim, junte o sumo do limão até obter um pouco de contraste de sabor. O babaganoush não deve ter sabor ácido. O limão é só para temperar! Se quiser nessa hora pode colocar mais alho, ou sal, ou até mesmo Tahine, mas nada de exageros. Deve-se sentir o sabor da berigela sempre :)

Transponha o babaganoush para um prato bonito, não importa se for raso ou fundo. Decore com folhinhas de salsinha, tiras de pimentão vermelho, cenoura e por fim regue com azeite de oliva.



Sirva com pão de sua predileção. Se não for servir logo, então deixe na geladeira, bem coberto,  até a hora de comer. Aqui em casa nunca acontece de ter de deixar na geladeira, sempre vem as mãozinhas nervosas com seus pedacinhos de pão puxando um tanto de babaganoush e é assim que deve ser :)

Babaganoush tem uma textura cremosa deliciosa, um sabor levemente salgado, com o tempero do alho e do limão, que dá um toque muito especial. No fundo tem um saborzinho amargo, se comido puro, mas o pão equilibra muito bem esse leve amargor. Espero que tenham gostado :)

Um forte abraço e uma ótima semana para todos <3






Visitem o site do Doce Melange e curtam a página no facebook!

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Bolo de chocolate para Cadu




Semana passada recebi um convite lindo da Patty do Aqui naCozinha. Ela me perguntou se eu gostaria de participar de seu especial para o Dia das Crianças (do blog) e eu logo aceitei né :)

Eu deveria contribuir com uma receita de algo que eu fizesse com meu filhote Cadu, além de algumas fotos. No início pensei logo em biscoitinhos, mas depois me decidi mesmo por um bolo gostoso.

Não foi nada difícil definir qual bolo eu faria com a ajuda de Cadu, pois o menino adora chocolate. Logo quando comecei a fazer a Mise em Place, ele começou a assistir desenho animado e então pensei que o meu ajudante furaria comigo, apesar de eu já ter combinado com ele antes.

Derrepente ele chegou na cozinha e perguntou: “ Já vai começar fazer bolo chocolate mamãe é?” Eu adorei e sorri respondendo que sim :)

Ele curtiu demais esse momento na cozinha comigo e o papai, pois foi o papai quem tirou algumas das fotos :)


Bolo de chocolate
Para uma forma com furo de 24 cm
Ø e 10 cm de altura e sem furo 25 cm Ø e 6 de altura

200g de manteiga sem sal, meio derretida e meio inteira*
90g de açúcar cristal
90g de açúcar demerara
2 pitadas de sal
1 col. sopa de essência de baunilha
ou outra de seu gosto ou 1 col. chá de óleo de essências de sua preferência, eu usei óleo de essência de amêndoas!
4 ovos
80g de cacau em pó 50%
200g de farinha de trigo peneirada
10g de fermento para bolo
10g de bicarbonato de sódio
De 100 a 150 ml de leite integral
, eu precisei de 100ml
85g de xérem de castanha de cajú
112g de chocolate meio amargo
grosseiramente picado

Faça uma Mise em Place de todos os ingredientes de maneira divertida para que seu filho, sobrinho, afilhado, a criança emfim, participe de todas as etapas da feitura do bolo. Pense em usar recipientes leves e pequenos, caso a criança tenha menos que 5 aninhos. O que é o caso de meu Cadu :) Assim que estiver tudo preparado, pré aqueça o forno a 180 °C! Vale à pena dizer que tudo tem de estar em temperatura ambiente, exceto a manteiga*.

Cadu querendo "atrapalhar" minha foto da Mise en Place!


Bata na batedeira ou mixer de mão (vel. média) a manteiga com os açúcares cristal e demerara e o sal, até obter uma mistura homogênea e esbranquiçada. Acrescente a essência de sua escolha e bata rapidamente só até agregar tudo. 

Junte ovo por ovo, batendo um pouco após cada adição. Acrescente o cacau em pó e misture, agora bata rapidamente até que fique homogêneo.



Agora só com a espátula ou colher de pau ou fouet! Adicione a farinha peneirada em dois lotes, alternando com o leite, sempre misturando. Feito isso, adicione o fermento e o bicarbonato e misture. Por fim, junte o chocolate picado (polvilhado com um pouco de farinha de trigo) e o xérem.  Misture rapidamente e ponha a massa pronta na forma.


Olhem a carinha de Cadu quando juntei farinha no chocolate picado! Eu acho que ele queria "roubar" alguns pedacinhos antes de colocar na massa e eu atrapalhei os seus planos, hehe!
 

Leve para assar por uns 50 ou 55 minutos e antes de retirar o bolo do forno faça o teste do palito. Retire o bolo do forno, ponha-o em cima de uma grade ou superfície de madeira e deixe esfriar na forma por 20 minutos. Depois desses 20 minutos, desenforme o bolo em cima de um prato e deixe esfriar por completo antes de consumir.

Teve uma partizinha que não saiu da forma, mas deu para juntar depois e não ficou tão ruim assim!

Esse bolo fica bem pouco doce. Fica a critério dos boleiros e boleirinhos, escolherem cobrir/decorar com brigadeiros, doce de leite, leite condensado, confeitos e tudo mais que desejarem. Resolvi deixar sem nenhuma cobertura, pois meu Cadu adora um bolo e assim ele poderia comer o quanto quisesse sem maiores ameaças para seus dentinhos de leite :)

Espero que tenham gostado da idéia para fazer com alguma criança no dia delas :) E não se esqueçam de untar e enfarinhar a forma!

Um forte abraço para vocês e fiquem com mais algumas fotos :)







Visitem o site do Doce Melange e curtam a página no facebook!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...