terça-feira, 31 de julho de 2012

Doce de Jambo



Sabe! Hoje cheguei à conclusão (nada deslumbrante) que é bem melhor reproduzir uma receita quando pelo menos se tem uma referência gustativa, ou seja, quando você pelo menos já experimentou o que está planejando fazer.

Sim, sim... no início de minha vida profissional, com aquele infinita (cheguei a pensar!) falta de conhecimento, eu me dei mal muitas vezes por tentar fazer receitas que não conhecia. Na maioria das vezes dava errado (para mim!), mas mesmo assim, alguns ainda gostavam.

Há mais ou menos um ano e alguns meses eu recebi de presente, um pote de doce de jambo. Assim que experimentei, fiquei totalmente estarrecida (pois nunca tinha comido) de tanto que o doce tava bom.  Muito bom mesmo! O jambo é considerado por muita gente uma fruta sem graça e de textura desagradável.


O jambo é uma fruta excelente, por fora tem uma casquinha vermelha e fina que pode tranquilamente ser consumida e por dentro tem uma textura aveludada ao toque e rígida ao mastigar. Pode ser meio adocicada quando está maduro, meio azedinho ou bem azedo quando está devez (não muito maduro).

Mas então... infelizmente não tive contato com a receita do doce e me prometi um dia tentar fazer o mesmo. Tinha (depois de ter lido esse livro aqui!) consciência de que o meu doce não precisaria estar igual ao que me tornei adepta, mas também teria que ter uma composição moderna e menos doce.

Então foi assim que surgiu o meu doce de jambo...


Doce de Jambo
Rende aprox. 450g

14 jambos médios, depois de limpos me rederam 385g de jambo
195g de açúcar demerara
80g de morango

Limpe o jambo e corte-os em tiras finas. Coloque em um bowl e reserve.

Retire as imperfeições da casca, corte a fruta ao meio, depois arranque o caroço, recorte a cabeça e o bumbum e corte o jambo em tiras.

É preciso um pouco de força e jeito para tirar o caroço sem se machucar...

...o melhor mesmo é puxar do bumbum para a cabeça. Forçando um pouco pelos lados também sai fácil!

Junte o açúcar demerara, misture e deixe descansar coberto por 10 minutos.


Depois disso você vai notar que se formou um suco denso no fundo do bowl. Junte os morangos cortados da maneira que preferir (só não pode ser muito grande) e misture tudo. 



Despeje tudo em uma panela e leve para cozinhar.


Como foi pouca quantidade, esse doce ficou pronto rapidinho, uns 30 minutos. Deixei cozinhar em fogo médio no início e assim que levantou fervura continuei cozinhando em fogo bem baixo. O meu ponto foi aquele com bem pouco caldo. Ficou mais fruta do que caldo. 

Retire essa espuminha, mais explicações logo abaixo!


Com água fervente, esterilizei dois vidrinhos com capacidade para 200g e coloquei o doce dentro. Tampei bem tampadinho e virei os vidrinhos de cabeça para baixo. Deixei-os assim até ficar um pouco menos quente, cerca de 30 minutos. Depois virei e deixei esfriar por completo.

Tenho alguns toques para passar:
1. Não use um açúcar demerara muito escuro, pois ele tem mais impurezas, isso não é bom para doce e/ou compota alguma;
2. Para essa quantidade comecei a cozinhar em uma panela média, mas assim que o jambo começou a baixar o volume, troquei para uma panela pequena. Isso influência no ponto do doce. Uma vez que a quantidade seja pouca, use panelas menores para obter um resultado mais uniforme. Assim o doce ou compota cozinha mais lentamente e apura-se melhor o sabor e textura do ingrediente escolhido;
3. Tenha sempre reservado uma pequena cumbuca, vasilha ou até mesmo um copo com água limpa e uma colher de sopa para retirar aquela espuminha que se forma durante o cozimento (dessa vez quase que não teve espuminha). Essa espuminha é nada menos que impurezas e não são bem vidas dentro da conserva. Pode formar fungos e isso não é nada legal. Caso abra algum vidro de conserva e o cheiro ou aparência esteja desagradável, então não consuma. Isso pode trazer sérios danos ao seu intestino. E nada de tirar o ruim que tá em cima e comer o resto viu!!!
4. Se quiser fazer uma quantidade maior de doce, é só calcular o açúcar pela metade de jambo ou seja para uma parte de jambo, ½ parte de açúcar => 600g jambo + 300g açúcar.
O uso do morango é opcional. Quis acrescentar, pois precisava de um pouco mais de líquido (não queria usar 50 ml de sumo de limão) e nada melhor que agregar um pouco de sumo de frutas ou, no meu caso, a própria fruta!

Ficou muito gostoso e aconselho o preparo. 

Um forte abraço e uma ótima semana para vocês :)





 Visitem o site do Doce Melange e curtam a página no facebook!

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Morango, morango, morango!

Doce Melange Atelier

Estou aqui para divulgar a atual campanha do Doce Melange Atelier que se chama, morango, morango, morango!

Foram selecionadas três opções deliciosas com morango e muitas outras coisas gostosas em sua composição (que você pode encomendar até o dia 31.07.12). Uma delas é a especial *geléia de morango feita lá mesmo no atelier, sem conservantes, corantes ou outros produtos químicos. Além disso, ela ainda é feita com muito menos açúcar que o usual.

Para saber mais informações sobre a campanha, entre em contato pelo site ou telefone!

Então conheça agora as três deliciosas opções:

Torta ganache de chocolate com morango

Cheesecake de morango. Aqui tem da *geléia especial!

Cupcake de baunilha com recheio de *geléia e ganache de chocolate

E se vocês pensam que acabou... não, não, não. O atelier fez uma parceria com o blog Mastigando em Salvador que tem uma promoção de arrasar, Doces Morangos, Doce Melange. Você tem a chance de ser sorteada (o) e escolher uma dessas delícias para degustar. Quer saber mais? Então vai lá no blog e dá uma lida no regulamento!

Fiquem então com mais algumas deliciosas imagens ;)

Um forte abraço!





Visitem o site do Doce Melange e curtam a página no facebook!

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Brigadeiro Gourmet Lafonte



Hoje apresento a vocês mais uma publicação da editora Lafonte/Larousse que foi enviada para mim.

O título é Brigadeiro Gourmet e com seis classificações diferentes de receitas, esse livro traz 61 possibilidades de um docinho inocente e super delicioso. Que ainda por cima é o nosso queridinho nas festinhas.


Na apresentação do livro consta que o verdadeiro brigadeiro gourmet pede ingredientes de primeira qualidade. Chocolate importado, preferencialmente belga, leite condensado e manteiga de boas marcas. 

Acredito que um chocolate e manteiga de primeira qualidade brasileiros não interfira no belo resultado final. O leite condensado é nato-brasilis (natural do Brasil, hehe), portanto pode usar sem medo.

O livro usa uma linguagem simples e de fácil entendimento. As fotos são boas e algumas receitas vem ilustradas com elas. 

Hoje escolhi uma receita dentre os brigadeiros tradicionais, mas ainda tem os com castanhas, os etílicos, os exóticos, os com frutas e os com especiarias.  

Depois que você adquirir o livro, não vai saber pelo qual se decidir :s Esse ficou muito bom ;)


Brigadeiro Gourmet Noir
Rende 25 unidades

395g de leite condensado
100g de chocolate 70% cacau,
eu usei 80g = 75% e 20g = 45%
1 col. sopa de manteiga sem sal (15g)
Granulado de chocolate meio-amargo
para decorar, eu usei raspas de chocolate meio amargo

Coloque o leite condensado, a manteiga e o chocolate 70% numa panela e leve para o fogo para cozinhar em fogo médio no início e baixo quando o chocolate derreter. Mexa até que a massa esteja se desprendendo completamente do fundo da panela. 

Frio / Morno / Quente = chocolate totalmente derretido!

No livro diz para mexer e cozinhar até que comece a se desprender do fundo da panela. Eu deixei mais um pouco!

Quase pronto / Pronto

Tenha já preparado um prato ou refratário untado com manteiga. Despeje a massa de brigadeiro nesse prato e deixe esfriar. No livro diz para colocar na geladeira. Fiquei receosa, mas fiz e deixei uns 10 – 15 minutos. 



Depois de fria ( a minha massa ainda estava um pouco morninha no centro), pegue cerca de meia colher de sobremesa de massa de brigadeiro. Usei uma colher de café para me basear.

No livro diz que, para facilitar o manuseio da massa, umedeça as mãos na água. Modele uma bolinha. Eu usei a velha e boa técnica de espalhar manteiga sem sal nas mãos.

Passe a bolinha de massa no granulado de chocolate meio amargo (ou raspas de chocolate meio amargo como eu). 



Coloque o brigadeiro em uma forminha de papel forrada com tapete de celofane transparente. Repita esse procedimento com todos os outros brigadeiros.


Para mim rederam 22 unidades, pois fiz um pouquinho maior que o indicado na receita.

Espero que vocês gostem de mais esse título da parceria do Gourmet e Gourmand com a editora Lafonte/Larousse.

Um forte abraço e tenham uma ótima semana :)

Ingredientes e receita a postos...

...aproveitando para usar um pouco do chocolate do Salon Du Chocolat...

... e para quem nunca viu como é por dentro...

... huummm!!

Visitem o site do Doce Melange e curtam a página no facebook!

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Salon Du Chocolat - O Evento!



Como anunciado no último post, nesse último final de semana Salvador pôde abrigar uma das edições do Salon Du Chocolat.

Para a visitação do público o Salon foi aberto no dia 06, sexta feira, seguido pelos dias 07 e 08, sábado e domingo respectivamente. 

Eu fui nos dias 06 e 07 e tive duas impressões completamente diferentes do mesmo evento. Na sexta, cheguei por volta das 16h. Não demorou muito e já encontrei a fofa da Sam :) (fiquei tão contente em conhecê-la gente). Seguimos juntas adentrando o Salon cheio de novidades para meus olhinhos.

Não demorou e eu já bate os olhos nas belas embalagens dos chocolates. Tão bem pensadas, tão bem acabadas e de muito bom gosto.  Nesse dia não levei muito animo junto, pois estava doentinha e ainda bem cansada devido a uma encomenda do Doce Melange. Também não levei a máquina fotográfica, uma pena!  A presença da Sam ajudou muito a eu buscar ânimo para conhecer o Salon.

Continuando nossa caminhada, nos deparamos com o Jean- Paul Hévin em carne e osso. Eu quase não acreditei que estava no mesmo lugar que ele. Fiquei tão contente!

E a cada passo eu descobria os aromas e visual dos belos chocolates que lá estavam. Não demorou muito, me despedi da Sam e fui para minha 1° aula com o Chef Vincent Guerlais(chocolatier/França), ele nos apresentou uma verrine nuvem de chocolate com puro cacau brasileiro. Ele também fez diante de nossos olhos o tão falado e famoso Caramel Salé (caramelo com um toque salgado). O sabor do conjunto foi bárbaro!

Depois de uma boa pausa, com direito a reencontrar uma outra fofa, a Paula Bandeira e a continuar me encantando com o evento, participei de uma outra aula com o super simpático Chef Marc Demarquette (chocolatier/Inglaterra). Ele nos apresentou uma very Sexy sobremesa empratada composta com mingau Inglês feito basicamente de mingau de aveia, posto em cima de uma barrinha de seu chocolate 70% e regado com um pouco de caramelo com um toque salgado. Ficou muito gostoso!

No sábado cheguei por volta das 16h também, mas só deu para entrar no evento lá pela 17h devido ao transtorno no estacionamento e bilheteria. Pois é, o evento com um ingresso muito barato e que teve alta divulgação, foi bastante visitado e não deu para quem quis (em bom português).

Nesse dia tive a companhia de minha mãe, irmã e cunhada. Gabei tanto o Salon e acabou que no sábado não foi tão bom assim. Mas levei a máquina fotográfica e tirei algumas poucas fotos. Também reencontrei a Sam e conheci pessoalmente o Sr. Pudim, hehe.

Deu ainda para finalmente comprar algum chocolate. Acabei optando pelo produto nacional AMMA chocolate e um outro da Cabruca. Incrivelmente o preço das outras marcas subiu muito da sexta para o sábado e também já não tinha mais tanta variedade assim. Tive a impressão que os expositores subestimaram a adoração pelo chocolate dos baianos, mas....

Apesar de ter comprado o ingresso e ter planejado ir, não fui no domingo. Não fiquei com uma boa impressão do sábado, então achei que no domingo não seria tão bom também.

Minha conclusão do evento é que nós somos muito afortunados por ter tido esse Salon aqui em nossa cidade e ele superou minhas expectativas em termos de presença de chocolatiers e grandes chocolates. Pena que não foi tão bem visionado e organizado, mas acredito que no próximo teremos muitas melhoras.

Eu fico com as boas lembranças e impressão que tive do evento na sexta feira, onde pude me deslumbrar :)

Deixo vocês com algumas fotinhas!

Um forte abraço e tenham uma ótima semana :)












Cacau nibs, chocolates de várias porcentagens, panfletos e o convite não usado, são as coisinhas que ficam do Salon :)

 Visitem o site do Doce Melange e curtam a página no facebook!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...