terça-feira, 31 de julho de 2012

Doce de Jambo



Sabe! Hoje cheguei à conclusão (nada deslumbrante) que é bem melhor reproduzir uma receita quando pelo menos se tem uma referência gustativa, ou seja, quando você pelo menos já experimentou o que está planejando fazer.

Sim, sim... no início de minha vida profissional, com aquele infinita (cheguei a pensar!) falta de conhecimento, eu me dei mal muitas vezes por tentar fazer receitas que não conhecia. Na maioria das vezes dava errado (para mim!), mas mesmo assim, alguns ainda gostavam.

Há mais ou menos um ano e alguns meses eu recebi de presente, um pote de doce de jambo. Assim que experimentei, fiquei totalmente estarrecida (pois nunca tinha comido) de tanto que o doce tava bom.  Muito bom mesmo! O jambo é considerado por muita gente uma fruta sem graça e de textura desagradável.


O jambo é uma fruta excelente, por fora tem uma casquinha vermelha e fina que pode tranquilamente ser consumida e por dentro tem uma textura aveludada ao toque e rígida ao mastigar. Pode ser meio adocicada quando está maduro, meio azedinho ou bem azedo quando está devez (não muito maduro).

Mas então... infelizmente não tive contato com a receita do doce e me prometi um dia tentar fazer o mesmo. Tinha (depois de ter lido esse livro aqui!) consciência de que o meu doce não precisaria estar igual ao que me tornei adepta, mas também teria que ter uma composição moderna e menos doce.

Então foi assim que surgiu o meu doce de jambo...


Doce de Jambo
Rende aprox. 450g

14 jambos médios, depois de limpos me rederam 385g de jambo
195g de açúcar demerara
80g de morango

Limpe o jambo e corte-os em tiras finas. Coloque em um bowl e reserve.

Retire as imperfeições da casca, corte a fruta ao meio, depois arranque o caroço, recorte a cabeça e o bumbum e corte o jambo em tiras.

É preciso um pouco de força e jeito para tirar o caroço sem se machucar...

...o melhor mesmo é puxar do bumbum para a cabeça. Forçando um pouco pelos lados também sai fácil!

Junte o açúcar demerara, misture e deixe descansar coberto por 10 minutos.


Depois disso você vai notar que se formou um suco denso no fundo do bowl. Junte os morangos cortados da maneira que preferir (só não pode ser muito grande) e misture tudo. 



Despeje tudo em uma panela e leve para cozinhar.


Como foi pouca quantidade, esse doce ficou pronto rapidinho, uns 30 minutos. Deixei cozinhar em fogo médio no início e assim que levantou fervura continuei cozinhando em fogo bem baixo. O meu ponto foi aquele com bem pouco caldo. Ficou mais fruta do que caldo. 

Retire essa espuminha, mais explicações logo abaixo!


Com água fervente, esterilizei dois vidrinhos com capacidade para 200g e coloquei o doce dentro. Tampei bem tampadinho e virei os vidrinhos de cabeça para baixo. Deixei-os assim até ficar um pouco menos quente, cerca de 30 minutos. Depois virei e deixei esfriar por completo.

Tenho alguns toques para passar:
1. Não use um açúcar demerara muito escuro, pois ele tem mais impurezas, isso não é bom para doce e/ou compota alguma;
2. Para essa quantidade comecei a cozinhar em uma panela média, mas assim que o jambo começou a baixar o volume, troquei para uma panela pequena. Isso influência no ponto do doce. Uma vez que a quantidade seja pouca, use panelas menores para obter um resultado mais uniforme. Assim o doce ou compota cozinha mais lentamente e apura-se melhor o sabor e textura do ingrediente escolhido;
3. Tenha sempre reservado uma pequena cumbuca, vasilha ou até mesmo um copo com água limpa e uma colher de sopa para retirar aquela espuminha que se forma durante o cozimento (dessa vez quase que não teve espuminha). Essa espuminha é nada menos que impurezas e não são bem vidas dentro da conserva. Pode formar fungos e isso não é nada legal. Caso abra algum vidro de conserva e o cheiro ou aparência esteja desagradável, então não consuma. Isso pode trazer sérios danos ao seu intestino. E nada de tirar o ruim que tá em cima e comer o resto viu!!!
4. Se quiser fazer uma quantidade maior de doce, é só calcular o açúcar pela metade de jambo ou seja para uma parte de jambo, ½ parte de açúcar => 600g jambo + 300g açúcar.
O uso do morango é opcional. Quis acrescentar, pois precisava de um pouco mais de líquido (não queria usar 50 ml de sumo de limão) e nada melhor que agregar um pouco de sumo de frutas ou, no meu caso, a própria fruta!

Ficou muito gostoso e aconselho o preparo. 

Um forte abraço e uma ótima semana para vocês :)





 Visitem o site do Doce Melange e curtam a página no facebook!

17 comentários:

  1. Adoro Jambo, vi seu blog na pag de Alicio e adorei.Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lícia! que bom que você gostou :)
      Obrigada :)
      Um beijão

      Excluir
  2. NÃO CONHECIA ESSE FRUTO , FIQUEI BEM CURIOSA.
    O DOCE FICOU COM UM ASPECTO MUITO BOM.
    BJS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom é o sentimento de poder apresentar algo de meu país para ti :)
      O doce ficou delicioso e meio azedinho... adoramos!
      Um beijinho

      Excluir
  3. Que ignorância a minha, tanto jambo que tem por aqui, nunca lembrei de experimentar fazer o doce, a geleia.. obrigado por partilhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que delícia! Sei que agora você vai arrasar com os jambos :)
      Seus doces vão ficar deliciosos :)
      Beijos

      Excluir
  4. Olá,
    Nunca poderia imaginar que o jambo se transformasse num doce assim tão delicioso...
    DEUS te cubra de bênçãos e te faça feliz!!!
    Bjs festivos de paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O jambo e suas revelações ;) Antes de experimentar também nunca pensei que do jambo pudesse se fazer doces :s
      Obrigada e um beijão

      Excluir
  5. parabens nao via receita de jambo faz seculos, nem sei que sabor tem mas deu vontade de experimentar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Priscila :) Minha mãe quando experimentou disse que a textura do doce lembra a de goiaba cozida em calda... ela adorou!
      Se você morasse por aqui por perto eu mandaria para você provar ;)
      Um beijão

      Excluir
  6. Eu nunca vi um jambo, mas gostaria de fazer essa geleia. Aqui em casa tenho alguns pés de jambolão vou tentar fazer a geleia com eles.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que nunca vi um jambolão... vou averiguar :)
      Se fizer a geléia me fala como ficou tá ;)
      Um beijão

      Excluir
  7. Jambo é uma fruta que encontrava facilmente em Recife. Acho bonita, mas não chego a morrer de amores.
    Como compota, ela ganha um sabor a mais e acho uma boa forma de aproveitamento. A combinação com morango ficou muito boa.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jambo é uma fruta divisor de águas mesmo :)
      O doce ficou bem bom e o bolo também :)
      Um beijão

      Excluir
  8. Oi Queila vim ver a fruta que não conhecia, Nunca imaginei que ele fosse assim, bem vermelhinho (maduro né) e a primeira vista achei graça, por que me lembrou o rabanete, ele cortado, mas que interessante essa fruta, gostei muito de conhecer e estou adorando o doce que vc mandou miga, já provei com um pedaço de queijo branco e morri! Que delicia.
    Adorei os toques finais. Bjos uma linda semana

    ResponderExcluir
  9. conheço como EUGENIA, é muito bom

    ResponderExcluir
  10. Eugenia? Engraçado!
    Qual é sua graça anôninmo?

    ResponderExcluir

Adoro receber comentários! Sinta-se à vontade :) a cozinha é nossa!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...